PT EN ES
BrazilLAB

Em 2017, BrazilLAB aumentará o investimento aos vencedores e apoiará o desenvolvimento das soluções junto aos municípios

09/05/2017

Na edição deste ano o investimento nas três startups vencedoras será de pelo menos R$ 50.000,00 e os projetos selecionados também receberão apoio para conexão com municípios

O BrazilLAB tem uma importante novidade para empreendedores de todo o país: na edição deste ano, no programa de aceleração, o valor do investimento aumentou significativamente.

Enquanto, no ano passado, o aporte foi de U$ 5.000,00 para o projeto vencedor, em 2017 o investimento será de pelo menos R$ 50.000,00 em cada uma das 3 startups vencedoras desta edição, valor que pode, a critério da equipe BrazilLAB, ser convertido em equity da start-up e o primeiro lugar receberá, além do investimento, um curso de duas semanas no Vale do Silício na Draper University viabiliazado pela LAIOB. O BrazilLAB também dará todo apoio na aproximação dos empreendedores com a poder público para a implantação dos projetos nas prefeituras.

 O investimento será viabilizado pelo GovTech Brazil, um sindicato liderado pelo BrazilLAB e operado via plataforma Broota (ww.broota.com.br).

 O investimento deve ser utilizado obrigatoriamente para o desenvolvimento das soluções vencedoras após a realização do DemoDAY da edição 2017.

O incentivo aos projetos vencedores não se restringirá apenas ao aspecto financeiro: os empreendedores escolhidos receberão amplo suporte para a conexão de suas soluções com todos os municípios que se interessarem por ela. Além disso, o BrazilLAB vai proporcionar networking com gestores públicos, desenvolvedores e outros potenciais investidores para que a solução seja amplamente viabilizada.

Estas não são as únicas novidades do BrazilLAB para este ano: o local também mudou. Após terem como sede o Red Bull Station em 2016, as atividades de 2017 ocorrerão no Campus São Paulo. O espaço, criado pelo Google para conectar empreendedores e promover a troca de experiências, mostrou-se ideal para receber o programa de aceleração.

Todas essas novidades reforçam o compromisso do BrazilLAB: o de ser um hub para o estímulo de uma cultura mais aberta para a inovação dentro do setor público. E isto é realizado por meio de incentivos a empreendedores que estão engajados em buscar soluções para os desafios mais complexos da sociedade atual.

Veja Também:

Instituições aproximam startups e poder público

Programas como BrazilLabs e Smart Cities Brasil fazem uma ponte entre as prefeituras que buscam soluções e os empreendedores com bons projetos

BrazilLAB busca soluções para o desafio do equilíbrio fiscal de municípios brasileiros

Inscrições vão até 5 de julho; três finalistas receberão o investimento de R$ 50 mil e o primeiro lugar ganhará curso na Draper University

Programa de aceleração 2017 do BrazilLAB é divulgado pela Exame.com

Programa de aceleração quer startups com foco em agricultura, finanças e comunicação--foco é no B2G (relação entre poder público e empresas privadas)